Últimos Artigos

Criação do Tenébrio molitor Leia mais...
Grilo Preto Leia mais...
Barata Cinérea Leia mais...

Últimas Dicas

03
set
Introduzindo o Tenébrio Desidratado Leia mais...
12
jul
Seu Pássaro Não Come Farinhada? Leia mais...
11
jul
Instalação – Noções Básicas Leia mais...

Tenébrio Comum

19/07/2013

Tenébrio Comum (Tenébrio molitor) – Proposta para inclusão da espécie na categoria “Animal Doméstico”

Classificação Zoológica

Filo: Artropodes

Classe: Insetos

Ordem: Coleoptera

Familia: Tenebrionidae

Nome cientifico: Tenebrio molitor (Linnaeus, 1758)

Biologia

Dimensões: As larvas adultas medem 3,0cm e pesam cerca de 0,2g. Besouros chegam aos 2,5cm de comprimento.

Ciclo de vida: Metamorfose completa (ovo–larva–pupa-besouro). Completam o ciclo em aproximadamente 6 meses, podendo se estender até 12 meses, conforme condições de umidade, temperatura, nutrição e iluminação.

Reprodução: Sexuada, vivem em colônias e são ovíparos.

Maturidade sexual: Em média com 120 dias estão aptas a reprodução.

Dimorfismo sexual: A determinação do sexo de um besouro deve ser feita com auxilo de uma lupa. Na parte de baixo da extremidade traseira do besouro há segmentos do corpo. As placas destes segmentos são chamadas de esternitos. Na fêmea existe pouca ou nenhuma separação entre as três esternitos mais posteriores ao passo que nos machos as membranas intersegmentares são claramente visíveis. Além disso, o esternito é mais arredondado no macho e levemente pontiagudo no fêmea.

Ovos: Apresentam formato de pequenos feijões com 1,5mm de comprimento.

Incubação: O período de incubação a 25C dura aproximadamente 15 dias.

Larvas: Após a eclosão têm cerca de 3mm, e são de difícil visualização. Essa é a fase mais indicada para uso como alimento, principalmente pelo menor conteúdo de quitina, que é de baixo valor nutricional.

Ecdise: As larvas crescem em cada ínstar ao limite do exoesqueleto, que deve ser rompido para que ocorra o crescimento e haja formação de uma nova carapaça. Logo após a muda a larva é branca e macia, e após algumas horas enrijece e adquire a tonalidade amarelada. São de 8-12 ecdises na fase.

Pupas: São inativas, não se alimentam nem se movimentam, mas responderão ao toque fazendo movimentos dorso-ventrais ou circulares com o abdômen. Dura 15 dias sob temperatura de 25C. Nessa fase os órgãos internos das larvas são digeridos e os órgãos internos dos adultos se desenvolvem.

Besouro: Representa a ultima fase do ciclo de vida do Tenebrio molitor, a fase reprodutiva. Uma fêmea põe durante seu ciclo produtivo cerca de 250 ovos. Machos vivem em média dois meses, e as fêmeas 3 meses. Besouros não crescem, portanto não fazem muda.

Distribuição: São oriundos das regiões montanhosas e de clima temperado do Irã e Índia. Hoje praticamente não são encontrados em ambiente natural, mas são criados em cativeiro no mundo todo, sendo considerados insetos cosmopolitas. No Brasil as “caixas de tenebrio” são extremamente populares entre os centenas de milhares de criadores de pássaros canoros, peixes e répteis, sendo comercializadas em pet shops e agropecuárias em todo o território nacional. Não se trata de espécie ameaçada, nem considerada praga agrícola de acordo com parecer do MAPA.

Hábito alimentar: Onívoros

Habitat: Noturnos. Larvas são adaptadas para viver em ambiente subterrâneo, enquanto os besouros caminham na superfície. Vivem sob rochas e troncos. Formas de utilização Insetos Vivos (Alimentação Animal e Isca para Pesca) – Utilizadas como alimento para diversas espécies de animais onívoros e insetívoros. Além do valor nutricional, larvas vivas são muito utilizadas no enriquecimento ambiental de animais em cativeiro, que tem seus instintos de curiosidade e caça despertados com o movimento das larvas.

Recomendações para o mantenedor de insetos vivos - Não é permitida a libertação de qualquer animal silvestre ou exótico na natureza, sem anuência do orgão fiscalizador (IBAMA/MAPA). Todas as orientações quanto a manutenção dos insetos estarão contidas no rótulo, e mais detalhes poderão ser vistas em nosso site. A doação (para zoológicos, centros de pesquisa, criadouros,…) é a melhor alternativa para quando não existe mais interesse em mantê-los. Se houver necessidade de sacrifica-los, recomendamos que sejam colocados num recipiente ou saco plástico, e deixados no freezer por 24h.

Insetos Desidratados (Alimentação Animal) - Utilizadas para enriquecimento de rações para animais silvestres e exóticos, sendo muito palatáveis e com alto valor nutricional. Pelo tamanho reduzido, apresentam ótima aceitação pela maioria das espécies onívoras e insetívoras.

Gilberto Schickler